Conceito da Indústria 4.0

A quarta revolução industrial descreve a visão de fábricas inteligentes, máquinas, matérias-primas e produtos que comunicam-se uns com os outros e gerenciam cooperativamente processos de produção – o que pode ser uma resposta sistemática para os desafios que estão estabelecidos pela competitividade estabelecida pela industrialização global.

A Indústria 4.0 desponta como caminho natural para aumentar a competitividade do setor por meio das tecnologias digitais. No Brasil ainda é pouco utilizada pelas empresas nacionais. O atraso brasileiro diante da integração das tecnologias físicas e digitais em todas as etapas de desenvolvimento de um produto fica evidente porque 43% das empresas não identificam quais tecnologias têm potencial para alavancar a competitividade do setor industrial. Nas pequenas empresas, esse porcentual sobe para 57%. Entre as grandes, a fatia recua para 32%.[5] De acordo com pesquisa nacional sobre adoção de tecnologias digitais relacionadas à era da manufatura avançada, realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), a indústria brasileira ainda está se familiarizando com a digitalização e com os impactos que pode ter sobre a competitividade. O desconhecimento é significativamente maior entre as pequenas empresas (57%).

Benefícios da Industria 4.0

Operações em tempo real
Na Indústria 4.0, será possível a construção de um grande banco de dados provenientes dos processos produtivos do chão de fábrica, bem como o tratamento instantâneo dessas informações – essenciais para a tomada de decisões assertivas e em tempo real.

Migração para o mundo virtual
Empresas poderão dispor de cópia virtual de suas “fábricas inteligentes”. Com isso, tarefas de rastreabilidade e monitoramento poderão ser executadas remotamente graças a sensores fixados ao longo das instalações fabris;

Sistemas orientados a serviços
A Internet e os softwares estarão cada vez mais voltados para serviços; Assistência remota, manutenções mais assertivas, acompanhamento de produção serão possíveis graças a plataforma única de comunicação.

Operações integradas

Com a adoção de sistemas cyber-físicos, as fábricas contarão com infraestrutura inteligente capaz de estabelecer contato com a cadeia de fornecedores e clientes, ponta a ponta. As demandas serão melhor sincronizadas.

A Customização da Indústria

Assim como a DSP Biomedical, um número cada vez maior de empresas oferece a seus clientes a possibili­dade de criar itens exclusivos. A lógica de produção continua a mesma desde então: é a fábrica que define o que as pessoas vão comprar. Mas apenas agora o avanço da tecnologia possibilita a produção de itens exclusivos a custos razoáveis em diversos mercados. Com máquinas inteligentes e sistemas de produção digitais, nós conseguimos fazer milhares de produtos diferentes. A mudança cultural também joga a favor customização. As novas gerações cresceram acostumadas a poder fazer escolhas.

Hoje em dia conseguimos responder com muito mais velocidade as demandas dos clientes. Fabricamos Implantes Dentários para todo tipo de caso clínico e já chegamos a desenvolver produtos para demanda de um cliente em específico.